Grupo

Contos Tradicionais - foto Raquel Paiva

Criada em 2011 e formada por Gabriel Sant´Anna e Martha Paiva a Cia do Solo traz em seu repertório espetáculos de palhaço, teatro e contações de histórias para públicos de diversas idades. Com formação em artes cênicas e história da arte os dois artistas trazem em sua trajetória experiências com a linguagem do palhaço, da narração de histórias, do teatro, da música e da arte educação.

O grupo já se apresentou em teatros, festivais, bibliotecas, livrarias, feiras literárias, centros culturais, praças públicas e diversos eventos ligados ao teatro, ao circo, a narração de histórias e a literatura nos últimos anos. Foi contemplada com o prêmio Artes na Rua/2013 pela FUNARTE possibilitando a realização do espetáculo de palhaço “Charme” com direção de José Regino. Em 2014 foi selecionada pela convocatória cultural da SMC com o espetáculo narrativo “Universo redondo – os circos de Benjamim” e pela 16º. Mostra SESC Cariri com o espetáculo “A história da Cidade Melão e outros contos sufis”. Em 2015 pelo Fomento a cultura carioca, também da SMC-RJ, circulou com o projeto “Histórias escolhidas a dedo” por 10 bibliotecas populares do Rio de Janeiro com o seu repertório de contações de histórias, além de ter levado o espetáculo Charme no III Festival de Palhaços do Mundo em Fafe, Portugal, onde realizou ainda uma residência artística criando o espetáculo de rua: “Em Tropeços” que contou com a supervisão cênica do diretor espanhol Moncho Rodriguez. Em 2016 foi cumpriu três temporadas em teatro cariocas com o espetáculo “Universo redondo – os circos de Benjamim”, além de realizarem dezenas de apresentações em praças públicas do Rio de Janeiro e Niterói, em especial as praças Xavier de Brito – Praça dos Cavalinhos, na Tijuca, Rio de Janeiro e Campo de São Bento em Niterói – RJ. Organizam ainda, em parceria com artistas da cidade a Mostra de Comicidade Cabaré Andante desde 2014. Em 2016 iniciaram parceria com o Teatro do Sopro, grupo que desenvolve ente outras a atividade “Bela Visita” que consiste em atuações de palhaços em instituições de longa permanência. Recentemente foram selecionados para a 24o. Campanha Paixão de Ler e foram contemplados com o edital de Fomento da Prefeitura do Rio com dois projetos.

Prêmios e Patrocínios

1 – Fomento às artes da Prefeitura do Rio de Janeiro 2016/2017 – Solo de Histórias (projeto de circulação literária por 15 praças cariocas em 2017) e A mulher dos dedos mais fortes do mundo (número de palhaço com direção de Ricardo Puccetti

2 – 24º. Campanha Paixão de ler – Um Rio de Literatura. Marcas do Tempo – (Novembro de 2016) – Sessões de histórias: “O Homem da cabeça de papelão” e “João Bobo e outras histórias à brasileira”.

3 – FUNARJ – Ocupação do Teatro Gláucio Gil (Temporada setembro e outubro de 2016/ espetáculo Universo Redondo – os circos de Benjamim);

4 – Cena Aberta FUNARTE 2016 – Teatro Glauce Rocha (Temporada maio de 2016/espetáculo Universo Redondo – os circos de Benjamim);

5 – Plateias Hospitalares 2016- projeto dos Doutores da Alegria/RJ – circulação pelos hospitais públicos do RJ com o espetáculo Universo Redondo – os circos de Benjamim);

6 – Viva o talento 2015 – SMC – RJ – Fábulas e Contos daqui e de lá – circulação de contação de histórias pelas bibliotecas do município do RJ;

7 – FOMENTO A CULTURA CARIOCA/2014 – Cia do Solo – Histórias escolhidas a dedo – circulação de contação de histórias pelas bibliotecas do município do RJ;

8 – CONVOCATÓRIA CULTURAL DA SMC-RJ/ 2014 – espetáculo narrativo “Universo é redondo – histórias de circo”.

9 – ARTES NA RUA FUNARTE 2013 – espetáculo de palhaço “Charme”.

10 – BOLSA FUNARTE DE CIRCULAÇÃO LITERÁRIA/ 2010 – circulação com contação de histórias, oficinas e encontros com contadores locais por municípios do RJ e BA.

APRESENTAÇÕES

Universo Redondo – os circos de Benjamim (teatro infanto juvenil – Supervisão cênica José Regino: Teatro Gláucio Gill –RJ/ setembro e outubro de 2016; Teatro Glauce Rocha – Rio de Janeiro/ Maio 2016 – RJ; Teatro Candido Mendes –  Rio de Janeiro/ Abril 2016; Sesc Teresópolis – Dia do Circo/2016; Plateias Hospitalares /2016; Temporada C.C.M Laurinda Santos Lobo, nov./2015; Sesc Tijuca – RJ/ nov. 2015; Projeto Bonecos no Parque– RJ/ maio de 2015; C.C.M Parque das Ruínas – RJ/ março e abril de 2015; março/2015; Teatros de Guiñol do Município – RJ/ nov. e dez/2014; Sol de Letras – Semana Literária SESC Rondonópolis – MT/ nov/2014.

Charme (espetáculo de palhaço) Direção José Regino: 18º. Mostra SESC Cariri de Culturas (nov. de 2016)/ Campo de São Bento, Niterói-RJ/ 2016; Sesc Ramos – RJ/2016; II Festival Palhaça na Praça BH/2016; Projeto Artes na Rua – FAN Niterói – RJ, 2015/2016; Sarau do Esritório – Lapa/2015;  III Encontro de Palhaços do Mundo – Fafe, Portugal/ junho/2015; C.C.M Parque das Ruínas – RJ/ abril/2015; SESC Campos – RJ/ março/2015; Circulação por 5 praças do Município do Rio -Artes na Rua,  FUNARTE/2014.

A História da Cidade Melão e outros contos sufis (espetáculo narrativo) Supervisão cênica Ilana Pogrebinski: 16ª Mostra SESC Cariri de Culturas – CE/ 2014; SESC São Gonçalo – RJ/ 2014; CUCA Che Guevara– CE/ 2013; Festival de Contadores de Histórias do CCBB – RJ/ 2014.

Em Tropeços (espetáculo de palhaço) Supervisão cênica Moncho Rodriguez: Campo de São Bento, Niterói – RJ/ 2016; Projeto Artes na Rua – FAN Niterói – RJ, outubro de 2015; Temporada no C.CM Parque das Ruínas (agosto e set/2015); Praças públicas do Rio de Janeiro (julho/2015); Praças e feiras públicas em Fafe, Guimarães e Porto em Portugal (junho/ 2015).

Contação de histórias – repertório com 25 roteiros de histórias: Rede SESC –RJ (Unidades Madureira, Teresópolis, Quitandinha, Campos, São Gonçalo, Ramos, Duque de Caxias, Niterói)/ 2010 A 2016; Livraria Saraiva (2013 a 2016); Fundação Eva Klabin – RJ/2016; Biblioteca pública do Município de Fafe – Portugal/2015; Cidade das Artes – RJ/ 2015; Biblioteca pública de Niterói – RJ/ 2015; Semana Literária Sesc Rondonópolis – MT/ 2014; Semana de Leitura e Literatura SESC Arsenal – MT/ 2014;  1º. 2º. 4º. e 5º Festival Carioca de Contação de Histórias – RJ (2015,2016); Festival de Contadores de Histórias do Centro Cultural Banco do Brasil CCBB – RJ e SP/ 2012, 2013; Instituto Moreira Salles – RJ/ 2012 a 2015; 15ª Mostra SESC Cariri de Culturas – CE/ 2013; Fundação Dorina Nowill– contação de histórias e oficinas para capacitação de uso de livros infantis acessíveis – Natal (RN), Belém (PA), Recife (PE), Fortaleza (CE), Macapá (AP) / 2012; Ciranda de Histórias / Prefeitura Municipal do Estado do RJ/ 2009 a 2012; Livraria Argumento – RJ / 2008 a 2012;  Paixão de Ler – Prefeitura Municipal do Estado do RJ/ 2007 a 2011.

PRÊMIOS

  • Niterói em Cena – RJ/ 2013 – A História da Cidade Melão (3º. Lugar infanto-juvenil – 2013/ Melhor ator infanto-juvenil – 2013)
  • Festival de Esquetes de Petrópolis – RJ/ 2012 – Às crianças mortas (2º. Lugar melhor cena)
  • Festival de esquetes de São João da Barra – RJ/ 2011 – Mundo Animal (Melhor cena júri popular/ Melhor Ator)

 Gabriel Sant´Anna

DSC_0031

Ator, autor, contador de histórias, músico e palhaço. Formado pela Escola de Teatro Martins Pena (2001) e pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) onde concluiu  o curso de História da Arte em 2007. Fez cursos e oficinas de palhaço com o Teatro de Anônimo e Mônica Biel, de música com Inês Perdigão e Flávia Torga e de contação de histórias com Bia Bedran, Tapetes Contadores de Histórias,  e com o mímico Antonio Rocha e de teatro com Júlio Adrião.

É autor dos livros “O palhaço do nariz azul”, “Toninho Passarinho” e Lino – o morcego que tinha medo do escuro” pela editora Universalista e “O Chapéu do Gabriel – livro de viagem” como resultado final da Bolsa Funarte de Circulação Literária de 2011 onde circulou por 7 municípios do interior do Rio de Janeiro, além de Ilhéus na Bahia apresentando sessões de histórias para crianças e adultos, realizando oficinas de contação de histórias e promovendo encontros com contadores locais. É ainda autor de sete espetáculos infanto-juvenis, sendo seis deles encenados: “Apanhei-te Ernestinho” (2013), “Chiquinha Gonzaga – uma mulher a frente do seu tempo” (2012) e “O Brasil de Tuhú – a história de Villa Lobos” (2011) pelo Festival Villa Lobos- RJ; “A menina dos olhos d´água” (2008, 2009) pela Cia. Ser ou não Cena (SESC Tijuca e Casa de Cultura Laura Alvim- RJ); “Pingo de Mel – o palhaço do nariz azul” (2003 a 2006) pela Cia. do Caminho (circulação por diversas cidades entre elas Eunápolis- BA, Fortaleza – CE e Aracaju – SE); “A Farsa da Branca de Neve e os sete anões” (2003 a 2005) com produção própria (Espaço Café Cultural- RJ; SESC Engenho de Dentro) e o inédito “O sapo Gustavo”.

Como ator participou de diversos espetáculos ao longo dos anos, entre eles: “Era uma vez” com direção de Augusto Pessoa (Rio + 20 e CCBB – RJ/ 2011 e 2012); “O Brasil de Tuhu – a história de Villa Lobos” (Museu Villa Lobos e CCBB – RJ/ 2011, 2012, 2013); “Quixote” com a Cia. Ser ou Não Cena (SESC CBTIJ e Festivas de Teatro de Resende-RJ e Graçuí-ES/ 2006, 2007); “Aos Carnavais que eu não brinquei” com a Feira Cia. Teatro (UFRJ, Rio Cena Contemporânea/ 2005,2006); “O Grande e o Gordo” com a Feira Cia de Teatro (UFRJ, SESC´s Barra Mansa e Ramos, Teatro GACEMSS/ 2004/2006); “Francisco – o cavaleiro de Assis” (2003 a 2005) , “Pingo de Mel – o palhaço do nariz azul” (2003 a 2005) e “O Caminho de Damasco” (2002, 2003) com a Cia do Caminho (temporadas e turnês por inúmeras cidades de AL, BA, CE, ES, MG, PB, PR, PE, PI, RJ, RN, RS, SC e SP); “Tatá – o rei dos tantãs” (2001) com direção de Richard Riguetti na Caravana Petrobrás da Cultura onde atuou também como contador de histórias e palhaço (turnês por inúmeras cidades de BA, ES, MG, PR, RJ, RS, SC e SP).

Desde 2001 atua como contador de histórias em diversos espaços como escolas, festas infantis, livrarias, bibliotecas, teatros, centros culturais, além de ter se apresentado em eventos como Bienal do Livro/RJ e Simpósio Internacional de Contadores de Histórias – Sesc/ RJ. Atuou em programas de rádio e televisão como ABZ do Ziraldo/ TV Brasil, Rádio Maluca e EstaçãoBrincadeira/ Rádio MEC e Nacional. Gravou o CD Simples Histórias de se Contar, com músicas e histórias do livro homônimo de Raphael Haussman. Integrou projetos em parcerias com os grupos Os Tapetes Contadores de Histórias (Pé-de- moleque pede palavra – Caixa Cultural – 2009, Ciranda de Histórias e Paixão de Ler – Prefeitura do RJ), e Grupo Mosaicos (Programa Contos Cascudos – Rádio Roquette Pinto). Circulou por cinco capitais (Natal, Belém, Recife, Fortaleza e Macapá) com sessões de histórias e oficinas para capacitação de uso de livros infantis acessíveis da “Coleção Diferenças” da Fundação Dorina Nowill– SP (2012).

Na arte educação participou do projeto Segundo Turno Cultural da Secretaria de Cultura da cidade do Rio de Janeiro onde ministrou oficinas de contação de histórias para alunos do município de 2009 a 2012. Trabalhou como arte-educador do Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB-RJ) de 2006 a 2011 e como Coordenador artístico de 2012 a 2013 onde foi responsável pela orientação teórica, pesquisa, direção cênica, criação de roteiros, composições musicais de diversas ações educativas, como contação de Histórias para famílias, contação de histórias para adultos, performances, visitas teatralizadas e cortejos musicais, além da orientação na criação de roteiros e laboratórios cênicos e musicais e produção de diversos eventos durante o ano como Festival de Contadores de Histórias, Semana do Folclore, Semana das Crianças, Natal Brasileiro, entre outros.

Atuou como músico em espetáculos, sessões de histórias e no show autoral “Interiores – as canções que aprendi com meu pai” (2006). Compôs trilhas para as peças teatrais “Pingo de Mel – o palhaço do nariz azul” e “A Farsa da Branca de Neve e os sete anões” e para o curta- metragem “Quando eu alcançar o mar” (2005) de Eduardo Mello.

Martha Paiva

DSC_0037

Atriz, palhaça e contadora de histórias. Bacharel em Interpretação Teatral pela Universidade do Rio de Janeiro (Unirio), sendo 3 anos de sua graduação cursados na Universidade de Brasília (UnB) e Licenciada em Educação Artística pela Universidade Cândido Mendes– RJ. Participou de oficinas de palhaço com Sue Morrison, Ricardo Pucceti (Lume),Aldevane Néia, Leo Bassi, Zé Regino, Silvia Leblon, Thierry Thémouroux, Márcio Libar, Amanda Crockett; de teatro com Ana Kfouri, Daniel Herz, Grupo Moitará, Teatro da Vertigem, Renato Ferracine (Lume);  e com Roumer Canhães, Daniel Chagas e Morena Cattoni – Artcênicas.

Como atriz atuou nos espetáculos “Lição de Melodrama” onde criou uma versão seu número “Soy infeliz” para o espetáculo, número com direção de Paulo Merísio, e  “Melodrama da meia-noite” da Companhia Melodramática do Rio de Janeiro com direção de Paulo Merísio(Unirio/ 2010 a 2012); “De véu e Grinalda” com direção de Victor Brennand (Centro Cultural Solar de Botafogo-RJ, Teatro Municipal de Montes Claros – MG /2011); “Romeu e Isolda” com direção de Daniel Herz (Casa de Cultura Laura Alvim/ 2008); “Sapatos Sonhados” direção de Rafael Oops – Sesc Brasília/2007. Participou também das performances “A estética dos cosméticos” com direção de Zé Regino (Desafio SEBRAE /2006); “Choro na chuva” com direção de Soraia Maria (Festival Internacional de Cinema – FINC /2006); e os filmes “Um pingado e um pão com manteiga”, curta metragem de Denise Moraes (Festival de Cinema de Brasília/ 2002); Longa Metragem “Jogo de Xadrez” com direção de Luis Antonio Pereira (2014).

Como palhaça foi integrante do curso de formação de palhaços em hospitais, Enfermaria do Riso (Projeto de Extensão da Universidade do Rio de Janeiro – UNIRIO/ 2011 e 2012); participou do Esse monte de mulher palhaça – IV Festival Internacional de Comicidade Feminina com o número “Soy infeliz” no espetáculo “Combinado” com direção de Ângela de Castro (SESC Copacabana – RJ/ 2012); realizou o número “Chorinho ao vivo” no Largo do Machado –RJ e na Comunidade São Carlos – RJ (2013) Praças públicas de Niterói e Rio (Campo de São Bento, Praça Afonso Pena, Praça dos Cavalinhos) e a intervenção urbana “Troca-se” no Largo da Carioca – RJ e no Centro Cultural Banco do Brasil – CCBB (2013). Recentemente foi contemplada com o Prêmio Funarte – Arte na Rua para a criação do espetáculo “Charme” que contará com a direção de Zé Regino  com estreia prevista para o segundo semestre de 2014.

Como contadora de histórias já se apresentou em diversos espaços como escolas, livrarias, bibliotecas, teatros e centros culturais, entre eles: Semana SESC de Leitura e Literatura – Cuiabá (2014); Festival de Contadores de Histórias do Centro Cultural Banco do Brasil CCBB – RJ (2012 a 2014) e CCBB – SP/2014; Rede SESC Rio; Livraria Saraiva (Shopping Village Mall/ 2013 a 2014);Mostra SESC Cariri de Culturas (2013); Passeio Público de Fortaleza (2013) e CUCA Che Guevara.

Foi Professora de teatro no projeto “Teatro na Prisão”, projeto de extensão da Universidade do Rio de Janeiro – UNIRIO (2009 a 2011); arte educadora do Programa Educativo do Centro Cultural Banco do Brasil – CCBB-RJ (maio/2012 a outubro/2013).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s